Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Estive tentando encontrar a palavra que melhor poderia traduzir quando temos um sentimento de paz, de plenitude, de serenidade e preenchimento interno.
Talvez a palavra empoderamento. Mas isso tem sido tão distorcido e muitas vezes tem se usado tanto em disputas de poder entre o feminino e o masculino, que não era exatamente o que gostaria de transmitir nessa mensagem.
Encontrei então APROPRIAR!
A+PRÓPRIO+AR
A origem vem do Latim AD, “a, para”, mais PROPRIUS, “privado, de si mesmo”, por sua vez derivada da expressão PRO PRIVO, “para o indivíduo”.
Seus sinônimos também são mais amplos e profundos: apoderar, adaptar, adequar, ajustar, conciliar, harmonizar.
Apropriar de si mesma não tem a ver com o outro. Tem a ver conosco, com o interno, com nossos pensamentos, emoções sob o nosso domínio, dentro do nosso “território”. Estarmos nos trilhos do nosso caminho, da nossa missão de vida.
Enquanto não houver a apropriação de quem sou, qualquer pessoa, coisa ou situação pode apropriar-se de mim.
Filhos, maridos, namorados, amantes, padrão de beleza, dinheiro, amigos, enfim, muitas coisas se apropriam de quem não tem apropriação de si mesma.
Sim, tudo isso pode direcionar a nossa vida. E quando percebemos, a vida passou e não fez sentido algum. As coisas não tem ordem, pois não colocamos ordem, somos barco à deriva. Não temos planejamento nem para a próxima semana, pois esse planejamento não está nas nossas mãos, está nas mãos do outro. Nos entregamos de tal forma que as nossas emoções dependem da atitude do outro, o nosso sucesso depende do chamado e ação do outro, e a nossa felicidade depende do que o outro sinalizar na nossa direção. Confuso né? Como assim?
Muitas vezes, acreditem, o outro não pediu para apropriar-se de nós. Nós é que não sabíamos o que fazer conosco. Passamos essa responsabilidade que É ÚNICA E INTRANSFERÍVEL para o outro.
A responsabilidade é nossa, e cedo ou tarde teremos que encarar. Então, que seja logo! Olhe para dentro…Medite!
Sinta-se livre na solidão.
Sinta-se realizada mesmo sem aquele tão sonhado trabalho.
Sinta-se linda sem aquele manequim 36 que você quis a vida toda e que aliás ficaria péssimo para o seu biotipo.
Sinta-se leve se te compreendem e se não te compreendem também! Afinal de contas, VOCÊ SE COMPREENDE!
Adapte-se a si mesma do jeitinho que você é.
Concilie-se a si mesma.
Harmonize-se consigo mesma.
Que estarás cuidando do seu jardim. E quando menos esperar, ele estará repleto de borboletas!

Priscila Guida

2 respostas em “Apropriar-se”

Ameiii essas palavras,estou passando por uma fase de conflitos,estou a procura de mim mesma,estou sem rumo,pressões para todo os lados,pois tentar ser feliz as vezes nos traz mais problemas qdo estamos perdidos em nós mesmos acabamos nos deixando influenciar pelos outros,uma hora eu amo,na outra não,sentimentos de culpa……..

Olá Dilcélia, obrigada pelo seu contato e por compartilhar o seu momento conosco. Acredite, muitas de nós passam pelas mesmas angústias.
Aqui teremos muitas ferramentas para seu autoconhecimento, para aumentar a sua segurança e autoestima! Acompanhe nosso BLOG e nossas redes sociais. E entre em contato através de [email protected] caso queira atendimento.
Em breve os links para atendimentos diretos estarão disponibilizados!
Conheça nossa equipe em https://salusintegrare.com.br/
https://www.youtube.com/channel/UCrzjLJtIEGz4eFl2UBLSwyw
Boa semana!
Priscila Guida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *